Atlético é superado pelo Cruzeiro no Mineirão

0

 

O Atlético Paranaense enfrentou o Cruzeiro neste domingo (5), em Belo Horizonte (MG), e foi superado pelo placar de 1 a 0. A partida foi válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Furacão teve boas oportunidades de gol, mas não conseguiu superar o goleiro Fábio. Arrascaeta marcou o gol cruzeirense em uma jogada de contra-ataque.

Com o resultado, o Rubro-Negro segue com 42 pontos na tabela de classificação. O time comandado pelo técnico Fabiano Soares volta aos gramados na próxima quarta-feira (8), quando recebe o Corinthians, em casa, às 21h.

 

O jogo

A partida começou com os dois times bem postados na marcação, com poucas oportunidades de gols para ambos os lados. Aos oito minutos, em um escanteio para o Cruzeiro, Thiago Neves levantou na área, Arrascaeta desviou de cabeça e Lucho González cortou na pequena área.

O Furacão passou a levar mais perigo a partir dos 20’, quando Lucas Fernandes lançou Ribamar pelo lado direito. O centroavante bateu cruzado e à bola saiu à direita do gol. Quatro minutos depois, Lucas Fernandes recebeu pela direita e arriscou o chute, para fora.

A equipe rubro-negra voltou a chegar com perigo aos 34’. Guilherme acertou um bom passe para Sidcley na área, mas a zaga cruzeirense conseguiu cortar. Aos 36’, Lucas Fernandes tabelou com Guilherme e cruzou para Fabrício, mas o árbitro deu falta do lateral atleticano.

O Rubro-Negro era melhor em campo e criou mais uma boa oportunidade aos 37’. Guilherme acertou um belíssimo passe para Ribamar, que recebeu na área e bateu cruzado, à direita.

Mas quem abriu o placar foi o Cruzeiro. Aos 40’, em um contra-ataque, Robinho acertou um belo lançamento para Arrascaeta. O uruguaio recebeu pela esquerda, entrou na área, se livrou da marcação e acertou um belo chute no canto direito.

O Furacão quase chegou ao empate ainda no primeiro tempo, em um lance espetacular. Aos 45’, Fabrício acertou um belo lançamento para Sidcley, que recebeu pela esquerda, fez a finta em Ezequiel e cruzou para Ribamar. O centroavante atleticano matou no peito, de costas para o gol, e mandou de bicicleta. Mas o goleiro Fábio fez grande defesa e evitou o golaço.

Sem mudanças nas equipes, a segunda etapa começou no mesmo ritmo. O Cruzeiro teve a chance de ampliar aos 10’, quando Rafinha aproveitou rebote da defesa após uma cobrança de escanteio e soltou uma bomba, mas parou em grande defesa de Weverton.

O Furacão esteve novamente muito perto do gol aos 24’. Sidcley cruzou para Ribamar, mas Manoel fez o corte e colocou para escanteio. Guilherme foi para a cobrança e a bola sobrou para Lucho González, que bateu para o gol, mas zaga azul salvou em cima da linha.

Aos 28’, Ribamar teve mais uma boa oportunidade. Dentro da área, ele matou no peito, fez o girou e bateu para o gol, mas Fábio fez a defesa.

O jogo prosseguiu com o Atlético Paranaense controlando a posse de bola, em busca de espaços na defesa cruzeirense. Aos 39’, o técnico Fabiano Soares colocou o atacante Ederson no lugar do volante Pavez.

O time atleticano quase chegou lá aos 40’, quando Sidcley levantou na área e quase encobriu o goleiro Fábio, que conseguiu espalmar.

Imprensa CAP.

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário

stope